CRONOGRAMA

24 horas   

 Objetivo:

     O curso proposto, visa apresentar informações de referência sobre as características dos ensaios mecânicos (estáticos, dinâmicos e conjugados) empregados para avaliar o desempenho mecânico dos materiais, com enfoque no comportamento dos materiais metálicos, assim como a interpretação e implicações práticas envolvidas na realização destes ensaios e no uso dos resultados obtidos, bem como sua relação com as propriedades mecânicas dos materiais e processos de fabricação (conformação mecânica, processos de usinagem, tratamento térmico e projetos mecânicos).

     Programa:

     1. Introdução aos Ensaios dos Materiais

  1.1. Propriedades Mecânicas

  1.2. Finalidade dos Ensaios dos Materiais

  1.3. Vantagens da Normalização dos Materiais e Métodos de Ensaios

  1.4. Classificação dos Ensaios dos Materiais

     2. Ensaio de Tração

  2.1. Propriedades Mecânica na Tração

2.1.1. Ensaio Convencional

2.1.1.1. A Região de Comportamento Elástico - Regime Elástico

2.1.1.2. A Região de Escoamento

2.1.1.3. A Região de Comportamento Plástico - Regime Plástico

2.1.2. Ensaio Real

  2.2. Relações entre Tensões e Deformações Reais e Convencionais

2.2.1. Deformação

2.2.2. Tensão

2.2.3. Tensão Real e Deformação Real

2.2.4. Determinação do Coeficiente de Encruamento (n)

2.2.5. Instabilidade na Tração

2.2.6. Determinação de k e n

2.2.7. Índice de Anisotropia

  2.3. Outras Informações sobre o Ensaio de Tração

  2.4. Deformação Plástica e Fratura

  2.5. Tratamento Estatístico dos Resultados no Ensaio de Tração

     3. Ensaio de Compressão

  3.1. Ensaio Convencional e Real

  3.2. Outras Informações sobre o Ensaio de Compressão 

  3.3. Características Mecânicas da Madeira no Ensaio de Compressão

  3.4. Características Mecânicas do Concreto no Ensaio de Compressão

     4. Ensaio de Dureza

  4.1. Dureza por Risco 

  4.2. Dureza por Rebote

  4.3. Dureza por Penetração

4.3.1. Dureza Brinell

4.3.2. Dureza Rockwell

4.3.3. Dureza Vickers

4.3.4. Microdureza

     5. Ensaio de Torção

  5.1. Propriedades Mecânicas na Torção

5.1.1. Tensão e Deformação de Cisalhamento na Região de Comportamento Elástico

5.1.2. Tensão e Deformação de Cisalhamento na Região de Comportamento Plástico

  5.2. Outras Informações sobre o Ensaio de Torção

     6. Ensaio de Flexão

  6.1. Propriedades Mecânicas na Flexão

6.1.1. Tensão Normal e a Tensão de Cisalhamento atuante na Deformação Elástica da Flexão 6.1.2. Deformação Elástica em Flexão = Cálculo da Flexão (v) - Translação Vertical

  6.2.Outras Informações sobre o Ensaio de Flexão

     7. Ensaio de Fluência

  7.1. Análise dos Resultados Obtidos no Ensaio de Fluência

  7.2. Parâmetros Característicos do Ensaio de Fluência

  7.3. Extrapolação de Características de Fluência para Longos Períodos

  7.4. Outras Informações sobre o Ensaio de Fluência

      8. Ensaio de Fadiga

  8.1. Tipos de Tensões Cíclicas

  8.2. Resultados do Ensaio de Fadiga - Curva de Wohler

  8.3. Determinação Numérica dos Resultados do Ensaio de Fadiga

  8.4. A Fratura de Fadiga

8.4.1. Nucleação da Trinca

8.4.2. Propagação da Trinca

8.4.3. Falha Catastrófica

  8.5. Fatores de Influência na Resistência à Fadiga

8.5.1. Tensão Média

8.5.2. Efeitos Superficiais

8.5.3. Fatores de Projeto

8.5.4. Tratamentos Superficiais

8.5.5. Fadiga Térmica

8.5.6. Fadiga à Corrosão

8.5.7. Outras Informações sobre o Ensaio de Fadiga

      9. Ensaio de Impacto

  9.1. Tipos de Ensaio de Impacto

  9.2. Transição Dúctil-Frágil

  9.3. Resultados Obtidos no Ensaio de Impacto

  9.4. Outras Informações sobre o Ensaio de Impacto

TENHO INTERESSE